A COOPERATIVA DE ECONOMIA E DE CRÉDITO MÚTUO DOS SERVIDORES PÚBLICOS NOS ESTADOS DE ALAGOAS, SERGIPE E BAHIA E EMPRESÁRIOS DA REGIÃO METROPOLITANA DO AGRESTE ALAGOANO – SICOOB LESTE foi constituída através da Assembleia Geral de Constituição (AGC), em 11 de novembro de 1997, na época denominada FEDERALCRED AL. A atividades operacionais da cooperativa foram iniciadas em 08 de junho de 2008, nas dependências da Superintendência Regional do Departamento de Polícia Federal em Alagoas e ocupava um pequeno espaço abaixo de uma escada, separado do corredor por um balcão.

Por determinação do Banco Central do Brasil, em Assembleia Geral Extraordinária (AGE), realizada em 04 de março de 1998, foram efetuadas modificações no Estatuto Social e rerratificadas as deliberações da Assembleia de Constituição e, em 30 de março de 1998, foi publicada no Diário Oficial da União a autorização para funcionamento e um mês depois foi realizada uma singela solenidade de inauguração da nossa Cooperativa de Crédito.

O então Presidente e o Diretor Financeiro, com experiência em cooperativismo de crédito, juntamente com os demais administradores, traçaram um ambicioso plano, visando alcançar metas nunca antes conseguidas por uma Cooperativa de Crédito recém-constituída. Em janeiro de 2001, com a mudança da Superintendência Regional para uma moderna sede no bairro de Jaraguá, a Cooperativa ocuparia uma pequena casa ao lado.

Um importante salto na agregação dos serviços prestados foi o convênio firmado com o Banco do Brasil em novembro de 2003, tornando a então Federalcred Alagoas o primeiro correspondente bancário do Sistema Federalcred. Em julho de 2004, como intuito de prestar novos serviços aos associados, a diretoria firmou um novo Convênio de Compensação com o Banco do Brasil para facilitar a movimentação financeira dos cooperados do Sistema Federalcred e passou a disponibilizar a estes, acesso aos terminais de autoatendimento e caixas 24 horas do Banco do Brasil, através de cartões múltiplas funções.

Diante de um crescimento espantoso, não restaria dúvidas para alçar voos mais altos, mantendo sempre a visão de fortalecimento. Assim, no dia 26 de março de 2004, nascia a nova sede da Federalcred Alagoas, com modernas instalações, conforto e espaço adequado ao atendimento dos cooperados.

Outra importante ação foi o ganho de escala e sustentabilidade através de incorporações sistêmicas. A primeira ocorreu no dia 01 de outubro de 2011 com a incorporação da Federalcred Sergipe que trouxe o Estado como uma nova área de atuação, transformando a então Federalcred Alagoas em Federalcred Leste. A segunda grande união aconteceu em 01 de novembro de 2012, com a incorporação da Federalcred Bahia, agregando o território da Bahia à área de abrangência deste grande empreendimento.

Em abril de 2014, esta singular até então filiada à Central Federalcred, passou a integrar o maior sistema cooperativo do Brasil, o SICOOB, passando a contar a partir de então com todos os produtos e serviços deste Sistema, integrando-se ao Sicoob Central Nordeste, Sicoob Confederação, Bancoob, Cabal e outras entidades pertencentes a este conglomerado econômico.

Pensando na comodidade dos associados da Universidade Federal de Alagoas (UFAL), que representavam um número expressivo do quadro social, foi inaugurado, no dia 17 de Abril de 2015, nosso Caixa Avançado localizado dentro da comunidade acadêmica.

Posteriormente, no dia 01 de julho de 2015, com a Sicoob Agreste Alagoano, foi dado mais um passo em nossa terceira incorporação sistêmica. Dessa forma, os cooperados do Agreste Alagoano passaram a ser beneficiados com novas situações de acesso ao crédito, produtos e serviços que atendam suas expectativas, além da ampliação da base associativa para o público PJ.

A área de ação do SICOOB LESTE é circunscrita aos Estados de Alagoas, Sergipe e Bahia através das dependências dos seus Postos de Atendimento. Hoje, com ativos da ordem de cerca de R$ 42 milhões e uma carteira de crédito que ultrapassa R$ 34 milhões, pode-se perceber que foi uma escalada vertiginosa de sucesso, diante de todos os cenários econômicos enfrentados neste país e da baixa cultura cooperativista em nossa região.

A Cooperativa tem como base uma política de redução de custos, visando uma estrutura de funcionamento enxuta, no estrito limite das nossas necessidades operacionais, o que somada à credibilidade dos nossos associados e uma eficaz administração e vem proporcionando a obtenção de resultados positivos.

1-1