2 de dezembro de 2017

Novas regras para o Boleto Bancário entram em vigor

A partir de 01 e janeiro de 2018, os boletos emitidos pelo Sicoob Leste receberão acréscimo de R$ 0,29. Trata-se de um custo adicional referente ao registro do título no sistema.

A alteração se dá em atenção à determinação 015/2015 da FEBRABAN que, com o intuito de minimizar os riscos de fraudes e melhorar a rastreabilidade dos pagamentos, tornou obrigatório o registro.

Cobrança sem registro x cobrança registrada:

Para entender melhor o que representa a mudança, vale destacar as diferenças nos tipos de boletos. Na cobrança sem registro, o boleto é emitido e enviado para o consumidor pagar. A emissão não é registrada no banco, que só é avisado se o pagamento se concretizar. A vantagem para o lojista é que ele só paga taxas ao banco se o boleto for creditado.

Já na cobrança registrada, o lojista precisa enviar um arquivo de remessa ao banco, que pode enviar para protesto imediatamente. É um tipo de cobrança mais cara, porque o lojista paga na hora da emissão e não na finalização da compra. Em contrapartida, tem como vantagens a gestão da carteira (saber quem pagou, o que pagou e quando pagou); conciliação e relatórios de gestão; maior segurança eletrônica por meio de Débito Direto Autorizado (DDA); uso de boletos como lastro em operações de crédito e maior comodidade, já que permite o pagamento do boleto vencido em qualquer banco pelo DDA ou pela atualização no site do banco emissor.

A adaptação às novas exigências iniciou já na metade de 2015, quando acabou a emissão de boletos sem registro para novos clientes. Na tabela abaixo você confere as datas de cada etapa do processo:

Vantagens dos boletos com registro

Embora a empresa precise pagar mais tarifas nas transações de um boleto registrado, ele oferece maior segurança às partes, pois registra toda a operação de compra e venda. Neles estão associadas informações desde o cancelamento da compra até mudança na data de pagamento e, por conta disso, o número de fraudes pode diminuir.

Além disso, também existe a possibilidade de protestar o boleto em cartório, ou seja, a empresa pode exigir do consumidor o pagamento do serviço prestado ou de um produto vendido em meios oficiais apenas apresentando o boleto. Mas atenção! Essa cobrança só pode ser feita quando o produto foi entregue e o serviço, realizado. No caso do e-commerce, o documento é invalidado caso o pagamento não seja efetuado e uma cobrança seria indevida, uma vez que, normalmente, o consumidor paga adiantado.

2 de dezembro de 2017

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *